YOGA É UNIÃO QUE DESPERTA O BEM NA TERRA

 

Naquele dia, a floresta toda serenou. O lobo com o cordeiro brincou. O leopardo com o cabrito, um mantra entoou. No regato, o bezerro e o leãozinho beberam água bem de mansinho. A vaca e a ursa pastaram juntas. Suas filhinhas, pacientes, catavam frutas. Imagine que até o leão comeu capim com o boi! Que dia mesmo foi? É no dia em que não se faz mal algum, os animais na sabedoria divina formam um, e todos vivem em paz, amor e harmonia, sem zum zum zum.

Ao final da meditação ele declarou: - A partir de hoje, vegetariano eu sou! – O lobo cordeiro renasceu naquele dia, tornando-se um carneiro em pele de lobo sem covardia.
– Não irei mais lhe comer, Mestre Cris, pois quero lhe ver feliz.  Porém, diga-me uma coisa: como conseguiu me vencer, como um coelho que vence a raposa?  No instante em que entrei em sua casa, sob seu dominío eu já estava. Em que estado lamentável eu me encontrava e a fome me perturbava, mas o seu olhar para mim mais forte encantava.