Sobre o Escritor e Compositor 

Paulo Wenderson Teixeira Moraes

Paulo é um romântico, um pesquisador das singularidades do reino “botânico”, semeando um belo jardim, no qual os pássaros entoam seus cânticos e revelam o reino “quântico”. De professor os seus alunos o chamam, de psicólogo também o reclamam. Mestre em Administração e Doutor em psicologia, também foi professor da alegria, na cidade na qual, em 1978, ele nascia. É na Princesa do Sertão que tem a Universidade Estadual de Feira de Santana. Lá, com os colegas, praticou yoga toda semana. Agora é professor da Universidade Estadual da Bahia, uma nova alegria. Gosta de futebol e ensina muito bem como se joga. Em seu currículo já plantou algumas rosas, mas nada como a semente do Yoga: há mais de vinte anos aprendendo e ensinando a respirar e a esticar o corpo, até mesmo com sua mãe, uma senhora. Com o pai gosta de praticar a qualquer hora. Essa planta foi germinada ainda na Faculdade de Filosofia, aqui mesmo na Bahia. O colega e mestre Tom serviu de boa companhia. No espaço Ātma encontrou sabedoria. Agora começa a projetar sua experiência para outras cercanias.