Vamos respirar, sentir, soltar

Aprender a respirar profundamente levou o lobo a sentir uma sensação diferente. Ele colocava um livro na barriga, enquanto deitado estava. Toda vez que o livro subia, o pulmão se dilatava. Quando o livro descia, o pulmão se esvaziava. 

Expirando, 
o pulmão

esvazia, 
e a barriga tu tens que encolher

Inspirando, 
faz a barriga

crescer,

pois o pulmão  irás encher

prānāyāma

Treinando todo o dia, ele conseguiu controlar a respiração: soltar o ar bem devagarzinho, depois deixar vazio o pulmão. É possível ficar assim por um tempão. Depois pode enche-lo de ar aos pouquinhos, os neurônios vão ficar tranquilinhos. Quando bem cheios, segurar tranquilamente por mais de 15 segundos. Este exercício, repetido muitas e muitas vezes, pode mudar o mundo! É o prānāyāma: controle das energias que circulam pelo corpo, em especial uma que se chama prāna. Ela percorre o corpo como uma aranha, te lança nessa aventura e realizarás uma grande façanha.